Bons motivos para você praticar yôga

Bons motivos para você praticar yôga

10/03/2018 Off Por Isabela Castro

O que é yôga?

Yoga ou ioga, significa controlar, unir. É um termo de origem sânscrita, uma língua presente na Índia, em especial na religião hinduísta. Yoga é um conceito é uma filosofia, que trabalha o corpo e a mente, através de disciplinas tradicionais de quem a pratica.

Yoga é relacionada ao budismo e ao hinduísmo, com práticas como exercícios e meditação para trabalhar a parte física e também a mente. Existem diversos ramos do yoga, como a raja-ioga, carma-ioga, jnana-ioga, bacti-ioga e hata-ioga, e cada uma delas possui ações e atividades diferentes para trabalhar com os indivíduos.

Yoga é uma filosofia de vida que tem sua origem na Índia, há mais de 5000 anos, e atualmente é conhecido não apenas como uma filosofia de vida, mas também como sistema holístico que trabalha o corpo e a mente ao mesmo tempo. A yoga trabalha as emoções, ajuda as pessoas a agir de acordo com seus pensamentos e sentimentos, além de trazer um profundo relaxamento, concentração, tranqüilidade mental, fortalecimento do corpo físico e o desenvolvimento da flexibilidade.

Yoga è a transformação da consciência humana em consciência divina.
É uma filosofia prática que permite ao ser humano acordar de seu sono e vivenciar a felicidade permanente que ele é.
O ser humano, não percebendo que ele já é a felicidade, busca incessantemente esta felicidade fora de si, nos objetos externos. Mais cedo ou mais tarde, percebe que a causa do seu sofrimento está na limitação de sua mente, e que a felicidade não é encontrada fora, mas em cada momento em que está consigo mesmo, sem desejos, sem pensamentos, em paz.

Tipos de yôga

yoga clássica

No Ocidente, a vertente mais popular é o Hatha, termo sânscrito que faz alusão à união entre corpo e espírito. Posturas (asanas), gestuais (mudras), técnicas de controle respiratório (pranayamas), contração dos músculos e órgãos (bandhas) e exercícios de concentração e purificação (shatkarmas) fazem parte das aulas, que seguem um ritmo tranquilo, ideal para iniciantes, gestantes e idosos. “Trata-se de uma jornada rumo ao autoconhecimento”

Power yoga

Surgiu como uma alternativa mais comercial ao Ashtanga Vinyasa, ramificação da ioga tradicional que tem ritmo mais agitado. Diferentemente da versão original, não há sequências pré-definidas, e a música ambiente é bem-vinda, o que a fez cair no gosto de quem prefere algo mais dinâmico. Pessoas que buscam exercícios intensos também aprovam a power ioga, já que ela intercala posições que exigem força e equilíbrio. Blocos, cordas, cintos, pesos e outros acessórios são utilizados tanto para facilitar a vida dos novatos quanto para potencializar o esforço e os ganhos dos veteranos.

Hot yoga

Na sala, o termômetro registra até 40 °C. Os instrutores garantem: altas temperaturas resguardam a musculatura e desintoxicam o organismo por meio do suor. “De fato, o calor atua nos músculos, aumentando a flexibilidade, mas não existe comprovação científica para benefícios além desse”, lembramos que, se não houver preparo, há risco de hipertermia, queda de pressão e desmaio. Para quem já está mais condicionado, pode ser a pedida para superar limites. Só não vale esquecer de beber água, baixar o ritmo ao final da aula e evitar choque térmico na saída.

Superyoga

Elaborada pelo educador físico Paulo Junqueira, de São Paulo, é um método de fortalecimento físico e psicológico composto de oito séries fixas de aproximadamente 50 posturas simples da ioga clássica, executadas com permanências, repetições e inclusão de movimentos para deixá-las mais dinâmicas. Daí a comparação com aulas de ginástica, que deu visibilidade à prática. “Criada em 1990 a superioga, com o objetivo de incentivar as pessoas a buscar uma melhor qualidade de vida, principalmente na terceira idade, quando costuma faltar força e disposição para o dia a dia”

Acro yoga

Surgiu por volta de 1990 no Canadá e nos Estados Unidos e desembarcou no Brasil em meados de 2007. Como o nome sugere, essa modalidade alia posturas da ioga clássica a movimentos acrobáticos. É também um baita exercício para aprender a trabalhar em equipe, uma vez que grande parte dos movimentos é feita em dupla. “A presença do outro serve ainda como fonte de motivação e apoio”,  Essa linha não é recomendada quando a pessoa não pode abusar no esforço físico ou tem lesão em articulações ou ligamentos.

Aero ioga

O diferencial fica por conta de tecidos presos ao teto, como acontece em aulas ou atrações circenses. “Eles potencializam a sensação de relaxamento e servem de ferramenta para a execução das posturas tradicionais, evitando impacto sobre a coluna e facilitando o alongamento”, destaca Eliane. Com sequências específicas e sob supervisão profissional, a prática pode ser introduzida a partir dos 4 anos de idade e é indicada até para pessoas com lesões em alguma parte do corpo ou fragilidade óssea, articular ou muscular. “Basta evitar pressão sobre a região que está com problema”

yoga dance

Com duração de até duas horas, as aulas são divididas em sete partes, trabalhando cada um dos chacras, pontos de energia no corpo, e cinco elementos (terra, água, fogo, ar e éter) por meio de determinados estilos, letras e variações de notas. Nas três primeiras etapas, o ritmo é crescente e instiga estabilidade, criatividade e empoderamento. Depois, é hora de cantar, ouvir, relaxar, refletir e agradecer. “A proposta é combinar a liberdade da dança com a consciência da ioga, entregando-se inteiramente ao que se está fazendo no momento”

Sup yoga

Na onda do stand up paddle, esporte em que se rema em pé sobre uma prancha, muitos praticantes de ioga trocaram as salas espelhadas pelo contato com a natureza. “Priorizamos águas calmas e posturas de permanência, sem movimentos, para manter o equilíbrio”, Basta uma piscina larga e funda para conseguir praticar.

Conheça alguns benefícios da yôga

Melhora Clima Geral

a prática de Yoga Regular pode equilibrar seus hormônios e regular o sistema nervoso.

Este por sua vez irá melhorar seu humor e dar-lhe uma visão mais positiva da vida.

A Paz de Espírito

Yoga pode ajudá-lo a alcançar a iluminação e manter sua paz de espírito.

Meditação e a conexão mente-corpo que a entrega do Yoga podem ajudar a contribuir para encontrar seu centro e desapego do mundo material.

Excelente para gestantes

A yoga pode ajudar a futura mamãe a deixar o corpo forte e flexível, permitindo enfrentar o peso extra da gravidez. O Hatha Yoga pode ajudar a gestante a evitar dores de cabeça, dores nas costas e problemas digestivos associados à gravidez.

A prática ainda ajuda na hora do parto, pois fortalece a musculatura abdominal e melhora a respiração, que serão fundamentais para o momento de fazer força.

Concentração

Yoga e suas poses enfocam concentrando-se na respiração e focando sendo no momento para não se distrair por pensamentos.

Esta prática pode ajudá-lo a concentrar-se fora do estúdio de Yoga também.

Auto Aceitação

Yoga incentiva você a não julgar a si mesmo e nem aos outros. Aulas de Yoga pode ajudá-lo a ir ao seu próprio ritmo e aceitar mesmo onde você está.

Motivação

uma pesquisa mostra que você pode melhorar sua motivação e concentração através da prática de yoga.

Neste estudo, os participantes mostraram aumentos enormes em seus níveis de motivação em menos de 8 semanas. Yoga pode ajudar você a se sentir mais inspirado para seguir seus sonhos ou fazer as coisas que você quer na vida.

Abra seu Coração – Yoga posições

pode ajudar você a abrir seu coraçãoe ter mais compaixão para com os outros.

Calma

Yogis relataram uma redução dramática na hostilidade como a prática de yoga. O relaxamento e meditação envolvidos na prática do Yoga ajuda Yogues a controlar sua raiva e soltar a negatividade muito mais facilmente.

Memória

melhorando a circulação de sangue para o cérebro, a Yoga pode ajudar sua memória! Foco e concentração também podem contribuir para o aumento da capacidade de memória.

Drena a linfa e aumenta a imunidade

Quando você contrai e alonga o músculos entre as poses melhora a drenagem da linfa, um líquido que contém células que lutam contra doenças.

Como esse sistema não tem bombeamento como os vasos sanguíneos, movimentar-se ajuda o sistema linfático a lutar contra infecções, células cancerígenas e limpar as toxinas do corpo de forma mais eficiente.

Relações

Yoga irão ajudá-lo a aprender a interligação de toda a vida e ajuda você se tornar um ser mais positivo, autoconhecimento.

Isso ajudará você a criar relações mais positivas com os outros. Você sentirá mais conectado aos outros como seres humanos e tenho o maior respeito pelo seu colega e pessoa.

Melhora a intensidade das preliminares

A Yoga é muito semelhante ao sexo: tem que praticar bastante para obter os resultados desejados. Com as técnicas certas de respiração (que não são tão simples como podem parecer à primeira vista) e conhecimento sobre as posições e o próprio corpo, a Yoga permite um maior controle durante as preliminares, que muitas vezes são prejudicadas pela “ânsia” masculina de ir direto ao ponto.

Yoga relaxa

Diminua sua respiração, foque no presente e controle seu sistema nervoso de perto.

O Yoga ativa o sistema nervoso parassimpático, o que causa uma queda na hipertensão e a melhora do fluxo sanguíneo em intestinos e órgãos genitais, o que o médico Herbert Benson denominou de resposta relaxante.

Melhora o seu relacionamento

Parceiros que praticam juntos Yoga aprendem a movimentar-se e a respirar como um só. Aprendem também a sincronizar as suas energias, corpos e espíritos, o que acaba por levar a uma maior compatibilidade de sensações sexuais.

Melhora autoconhecimento do corpo

Pare, respire, sinta: é o Yoga entrando em sua vida e te deixando mais consciente. Assim fica mais fácil descontruir problemas e afastar emoções ruins como raiva e medo. Estudos sugerem que esses sentimentos estão ligados a distúrbios como diabetes, colesterol elevado e ataques cardíacos.

O Yoga diminui essa raiva, despertando sentimentos como compaixão e acalmando a mente e o sistema nervoso. Também aumenta a capacidade de olhar para sua própria vida sem fazer drama, e assim você pode tomar decisões firmes ou até mesmo absorver más noticias e acontecimentos ruins com a cabeça erguida.

Diminui o açúcar no sangue

O Yoga ajuda a controlar o açúcar no sangue e a diminuir o LDL, o colesterol ruim, enquanto aumenta o HDL, o colesterol bom.

Pessoas com diabetes acham no Yoga uma forma de prevenção: por abaixar os níveis de adrenalina e cortisol, auxiliar na perda de peso e na sensibilidade aos efeitos da insulina. Controlar os níveis de açúcar sanguíneo também contribui para diminuir o risco de ataque cardíaco, falha renal e até cegueira.

Melhora o equilíbrio

O Yoga é capaz de aumentar sua propriocepção, que nada mais é a consciência de sentir seu corpo em relação ao espaço.

Pessoas com a postura torta e movimentos debilitados geralmente tem uma propriocepção ruim, o que pode estar atrelado a problemas no joelho e nas costas.

Mais equilíbrio  = menos quedas, o que para idosos se traduz em independência de cuidados de enfermeiras ou asilos. Para as outras pessoas, isso pode ser visto nas aulas, com uma facilidade para fazer poses mais desafiadores, como a da árvore.

Diminui as dores

De acordo com vários estudos, a combinação de poses e meditação reduz dor em pessoas com artrite, problemas nas costas, fibromialgia, síndrome do túnel carpal ( problema na mão) e outras doenças crônicas. Quando você alivia essas dores seu humor melhora e você está menos propenso a utilizar remédios.

Melhora o desempenho sexual

Praticar yoga por somente 12 semanas já pode trazer benefícios para sua vida sexual. Além de ajudar a aumentar o desejo sexual, a yoga também ajuda na performance e na intensidade do orgasmo. Um dos motivos é que a prática aumenta a circulação sanguínea na região genital, fundamental para a ereção masculina e o desejo feminino. Já o desempenho é auxiliado pela melhorada na respiração e pelo relaxamento mental que a prática traz.

Previne problemas no sistema digestório

Úlcera, síndrome do intestino irritável e constipações – tudo isso pode ser causado (ou agravado) pelo estresse. Yoga, como qualquer outra atividade física, melhora a função intestinal diminuindo o risco de câncer de colón.

Ainda não é cientificamente comprovado mas adeptos da prática já relataram que fazer poses com torções corporais estimulem o funcionamento desse sistema.

Melhora sua autoestima

Baixa autoestima é um problema comum. Se você não souber lidar com isso acaba caindo em vícios, ou então comendo e trabalhando demais e dormindo de menos, e aí vai pagar o preço com a sua saúde mental, física e espiritual.

Yoga aumenta os orgasmos

A Yoga tem dois efeitos positivos para o orgasmo: o primeiro é que a ajuda a controlar melhor os músculos pélvicos (músculos localizados na parte inferior da barriga) e os músculos dos órgãos sexuais. Sendo assim, os homens poderão ter ereções mais fortes e as mulheres músculos vaginais mais robustos, o que cria uma sensação de que a vagina está mais apertada. O segundo efeito é que lhe dá um maior controle na libertação da tensão muscular, que leva a um maior relaxamento durante a relação sexual e por isso, orgasmos mais intensos.

Quem pode praticar yôga

Todas as pessoas que desejam de alguma forma trabalhar o autoconhecimento podem praticar Yoga. Se esse não for o seu objetivo, mas a sua intenção é de usar as técnicas do Yoga como um suporte para seu treino na academia ou se você for um esportista, mesmo assim, o Yoga pode te ajudar.O Yoga provou-se um fantástico método de bem-estar pelo fato de manter-se vivo, com a mesma base de técnicas, por mais de 5000 mil anos. Descubra aquela que tem mais a ver com o seu perfil.É claro que você vai ter que entrar em uma turma que faça uma prática com um grau moderado de intensidade até que seu corpo faça os ajustes necessários, queime alguns excessos se o seu caso é este ( isto ocorre naturalmente) e desenvolva força e flexibilidade.  Se você não pratica nenhum tipo de atividade física no momento, é natural que esteja sem resistência física portanto, uma prática gradual, vai colocando o sistema cardiovascular em ordem.Tudo é uma questão de não forçar a barra e começar com passos pequenos. A base é importante para o futuro da prática

Siga Deusas na redes
Deusas do seculo21

Comentários

comentários