Experimente essas 6 dicas e deixe o papai-e-mamãe mais interessante

O chamado papai-e-mamãe, ao que parece, é a posição mais praticada. E se tal acontecesse é porque ela dá o máximo de prazer com o menor esforço? Ela oferece a ambos uma visão total sobre o desenrolar da ação.

Adotando essa maneira de fazer sexo, você pode regalar-se com os beijos dele, sussurar-lhe palavrinhas doces (ou cabeludas) ao ouvido e cobri-lo com as mais audaciosqs carícias só em deixar-se levar pelo mais profundo prazer.

O clitóris e a vagina acham-se igualmente esrimulados de acordo com o grau da penetração dependendo dos movimentos mas abertos ou mais fechados de suas pernas.

Leia também:6 dicas para melhorar seu sexo

O períneo terá todas as condições de ser roçado pelo escroto dele.

Com um pouco de fantasia você descobrirá que o papai-e-mamãe é o melhor cúmplice do prazer compartilhado.

Assim proponho 6 variações do clássico:

Uma perna sobre o ombro dele

Deitada de costas e pernas abertas, enquanto está sendo penetrada, levante as coxas o mais alto possível, e passe uma perna sobre o ombro dele.

Os quadris já não podem mexer-se de baixo para o alto, mas você terá de torcer-se para o lado da direita para esquerda: incrivelmente bom.

Aproveite para passar uma das mãos sobre a coxa erguida e acariciar o pênis e o testículos.

Pernas “fechadas”

Estique as pernas, alongue-as juntando-as mais alto possível. Sinta a sua vagina um pouco “fechada”, enquanto o pênis deke vai deslizar também pelas suas coxas antes de atingir a penetração por completo.

Isso pode deixa-lo maluco, tanto mais que você, essa posição te dá a abertura perfeita para você percorrer as mãos pelas costas dele da nuca até a bunda.

Cuidado para não apertar demais os testículos dele entre as suas coxas.

Travesseiro como apoio

Coloque um grande travesseiro sob a altura do rins ( não sob o bumbum), commos quadris assim projetado pra frente, ele terá condições de esfregar o pênis em seu clitóris antes de cada penetração.

Se ele tiver compreendido o objetivo da manobra, diga-lhe por que você gosta dessa posição isso vai deixa-lo excitado.

E pra continuar em contato com o corpo dele ocupe-se com seu tórax beijando, apertando ou acariciando.

As 2 coxas sobre os ombros dele

Levante as perna para colocar as pernas sobre os ombros do parceiro. Assim seus quadris permitem ao pênis do seu boy exceder uma pressão maia sensível sobre a parede anterior a vagina, extremamente receptiva às ondas de prazer.

Agarre-o pelo quadril para refrear as estocadas, que podem machuca-la pois essa posição permite ao pênis uma penetração mais profunda.

O fato de contê-lo dessa forma vai deixa-lo ainda mais atrevido e mais ansioso.

A fenda do bambú

Eis uma variante desscrita do Kama Sutra, mais apropriada aos adeptos da ginástica. Você se deita atravessada na cama, deixando as pernas pendendo para fora.

Ele a toma em pé, com os joelhos apoiados na beira da cama (que não pode ser muito baixa) e inclina-se por cima de você.

Você coloca uma das pernas sobrevo ombro dele, abaixa em seguida, e então coloca a outra ( naturalmente trocando de ombro) e assim por diante.

Sensações variadas e excitantes garantidas para os dois, pois o pênis fica batendo alternadamente num lado e no outro da parede vaginal.

Para incrementar junte as mãos acima da cabeça, como ae estivesse algemada ou esperasse ser.

Não há dúvida que as posições mais audaciosas podem ser ensaidas, mas por favor não se transforme naquela atriz de determinado filme, não é isso que o seu parceiro está esperando de você.

Seja inventiva com ternura e humor, tome iniciativa mas deixe que ele a conclua.

Siga Deusas na redes
Deusas do seculo21

Comentários

comentários

Isabela Castro

Isabela Castro

Terapeuta corporal e massoterapeuta e tenho por objetivo aplicar princípios, métodos e técnicas de terapias naturais com a finalidade de manter, equilibrar ou restabelecer a saúde, a harmonia e a qualidade de vida através do corpo. Desenvolvendo trabalho com mulheres através da massoterapia, com foco no auto conhecimento da essência feminina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *