Saiba como excitar seu parceiro

Saiba como excitar seu parceiro

01/05/2018 Off Por Isabela Castro
Zonas erógenas são partes do corpo que se tornam pontos de excitação graças à grande sensibilidade da região.
Isso se dá devido à presença de vasos sanguíneos que fazem com que essas partes sejam muito irrigadas de sangue e, consequentemente, mais sensíveis ao toque.
Zonas erógenas são determinadas partes do corpo onde o toque pode causar excitação sexual.
As zonas erógenas estão presentes em muitas espécies, e podem ser interpretadas como uma estratégia selecionada por favorecer o ato sexual e facilitar a reproduçãosexuada.
Também podem atuar na seleção de indivíduos mais capazes de excitar seu parceiro, eliminando os menos aptos a esta função.
No ser humano, as zonas erógenas são determinados pontos ou trechos sensíveis da pele que, ao toque, desencadeiam uma reação de excitação.
A presença destas zonas (ou ao menos a intensidade da sensação causada) pode variar de indivíduo para indivíduo, e decididamente de situação para situação, embora padrões sejam delimitados de acordo com as zonas apontadas pela maioria das pessoas.
Pescoço, nuca, lóbulo da orelha, lábios e língua, mamilos, nádegas, coxas e dedos, para além dos próprios órgãos sexuais são comumente apontados por homens e mulheres como zonas erógenas.

Mãos

Durante a relação, não se deve apenas agarrá-las.
As mãos são sensíveis e podem estimular grande excitação se você chupar um dedo de cada vez.
O centro da palma da mão também tem conexões nervosas com o órgão sexual masculino.
Dica da deusa: você pode ir além fazendo uma breve massagem, olhando pro seu par com um hidratante luva de silicone, e usar as mãos dele para te acariciar.

Boca

Um beijo bem dado pode ser o começo para um sexo delicioso. Um dos motivos responsáveis por isso é que a boca e, principalmente, o lábio inferior possui muitas terminações nervosas.
Ou seja, se estimulada, pode acender o desejo do homem. Para chegar lá, aposte em mais do que um beijo, aproveite para morder levemente e dar lambidinhas.
Parece óbvio, mas muitas vezes não prestamos atenção suficiente ao erotismo proporcionado pelo tradicional beijo na boca.
Beije-o nos cantinhos dos lábios, desenhe a forma destes com beijinhos e volte a fazê-lo com mordidas
Dica da deusa: Usar bala, doces ou até uma fruta favorita de vocês para saborear direto da boca do parceiro, bem devagarinho.

Orelhas

Um carinho na orelha, seguido de uma mordidinha pode ser o suficiente para que o homem fique excitado e queira dar e receber carinho em outros lugares.
Dica da deusa: aproveite para elogiar, e falar coisas provocantes para o boy.

Pescoço

Não é difícil ver os homens ficarem arrepiados com carinhos no pescoço. Porém, muitas vezes as pessoas apostam na lateral do pescoço ou na nuca e esquecem da parte da frente.
É nessa região, logo abaixo o pomo-de-adão, que fica localizada a glândula tireoide – que tem influencia em alguns hormônios sexuais.
Para estimular essa zona erógena masculina, basta alguns beijinhos, mordidas, arranhões e até mesmo uma respiração ofegante bem próxima à pele.
Você não precisa deixá-lo marcado, como fazem alguns adolescentes, mas não pode esquecer essa zona erógena. Beije e brinque com sua língua em todo o pescoço dele.
Dica da deusa: Sinta, se envolva com o cheiro do perfume do seu parceiro por que o cheiro do par pode influenciar na sua excitação. Aproveite para elogia-lo.

Nuca

Fazer massagem e cafuné na nuca e couro cabeludo do homem é ótimo para deixá-lo relaxado e também para animá-lo a sair das carícias.
Dica da deusa: Você pode aprimorar essa carícia, e causar  arrepios com lábios ou as mãos geladinha ou quente para isso use gelo, ou bebida mais quente.
Para as mãos, existem óleos que você pode colocar um pouquinho e aproveitar para usar no próximo passo.

Mamilos

Não é só nas mulheres que o peito é uma região sensível. Nos homens, os mamilos também podem ser estimulados. Aproveite para mordiscar, lamber e também brincar com os pelos do peito – caso ele tenha.
Não são todos os que sentem prazer nessa região, mas a grande maioria pode gostar de uma carícia no bico do peito.
O importante é fazer o teste e observar a reação dele. Se uma mordidinha o fizer gemer, pode ser o caminho certo.
Dica da deusa: Os óleos comestíveis são deliciosos de usar principalmente para deixar o par mais relaxado e descontraído enquanto você dá a ele mais um maravilhoso estímulo.

Barriga

Às vezes, tanto os homens quanto as mulheres esquecem que a própria pele pode ser um grande estimulante. Lembrar-se disso já é um passo importante para que os momentos a dois fiquem ainda mais intensos.
Aproveite para beijar e lamber a barriga do parceiro, caso tenha cabelo comprido, deixá-lo escorregar pela barriga do parceiro também pode despertar sensações interessantes.
É válido lembrar também que essa região deixa o homem em alerta para saber se você não vai descer um pouco mais com as carícias. Durante os carinhos, deixe-o curioso se os carinhos chegarão ao pênis ou não.

Pés

Se o homem sente cócegas nos pés, significa que essa é uma região sensível para ele, ou seja, é uma zona erógena que pode ser estimulada.
Uma massagem nos pés é uma ótima técnica, mas se você quiser deixar o homem subindo pelas paredes, coloque uma venda sobre os seus olhos e lamba os dedos do pé de forma sensual e provocante. No dedo maior, faça movimentos parecidos ao do sexo oral. Ele vai adorar!
Dica da deusa: óleo tantra é uma excelente opção e você pode enquanto envolve os pés com suas mãos oleosas, fazer tocar seus seios.

Virilha

Além de ser um ponto sensível no corpo do homem, a virilha também fica muito próxima do pênis, o que a torna uma das principais zonas erógenas masculinas.
Estimule essa região passando a unha de leve pela virilha e também por toda a coxa.
É válido lembrar que a proximidade do seu rosto com o pênis sempre é muito animador para o homem, por isso, mordidinhas, beijos e lambidas podem fazer com eles que eles deixem as preliminares de lado e partam logo para os “finalmentes”.
Essa é a principal zona erógena masculina, justamente por aquela característica apontada pela sexóloga: os homens gostam de toques mais próximos ao pênis.
Depois de percorrer todas as outras partes que apontamos, chegue devagar à virilha e faça carinho de leve com as unhas, beije e dê mordidinhas, instigando bastante antes de tocar realmente onde ele quer.
Não vai dar outra: ele estará à mil para uma das melhores transas da vida.
Dica da deusa: Para dar mais tesão você pode fazer essas carícias com um óleo,ou hidratante que esquenta ou esfrie.

Períneo

A área entre os testículos e o ânus do homem possui muitas terminações nervosas. Além disso, é nessa região que a próstata fica localizada.
Devido a esses fatores, essa zona erógena masculina ficou conhecida como o ponto G do homem. Sim, ele existe! Na próstata, encontra-se uma glândula do tamanho de uma castanha localizada entre a cavidade retal, a bexiga e o pênis.
É possível chegar ao ponto G masculino pelo períneo, que está entre os testículos e o ânus, ou pelo interior da cavidade anal. Não deixe que o ponto G permaneça como um território inexplorado.
Isso significa que o estímulo a essa região pode ser responsável por ótimas sensações.
Apesar de ser comprovado que o estímulo ao períneo seja garantia de prazer para os homens, alguns podem não gostar das carícias.
Por isso, antes de apostar no local, descubra se não será um desconforto para ele. Se ele der sinal verde, estimule a região com a língua e os dedos.
Dica da deusa: Você pode levar seu homem super mente aberta a loucura com esse acessório desenvolvido para esse estímulo como o estimuladores de próstata.

Testículos

No mapa da mina dos homens, o períneo e os testículos só ficam atrás de uma zona erógena: o pênis.
Isso não significa que as duas regiões não sejam capazes de enlouquecer o homem, muito pelo contrário: dedique uma atenção especial ao saco escrotal.
Mas mantenha sempre muito cuidado: os testículos são muito sensíveis e são revestidos por uma pele muito fina. Prefira fazer carícias suaves, e dar beijos e lambidas de leve. Mantenha as unhas e os dentes longes.
A ereção do homem às vezes deixa as mulheres tão entretidas que a maioria se esquece do que vem abaixo: os testículos, que produzem 95% da testosterona masculina. Por isso, não deixe de explorá-los com alguns carinhos.
Dica da deusa: para dar mais estímulo e explorar mais os testículos você pode utilizar o bullets numa vibração mais moderada, nessa área.

Pênis

O pênis é indiscutivelmente o rei das zonas erógenas masculinas. No entanto, não é por isso, que não vale à pena você percorrer todo o caminho descrito até aqui.
Após percorrer todo o mapa e finalmente encontrar o tesouro, o homem já estará sedento por sexo.
Mas se a ideia for excitá-lo ainda mais, você pode apostar em algumas técnicas, como juntar o indicador e o polegar como se fosse um anel e fazer movimentos de vai-e-vem no órgão.
Quer deixar ainda mais interessante? Faça isso com as duas mãos, fazendo movimentos contrários: enquanto uma mão sobe, a outra desce.
É importante lembrar também que a cabeça do pênis e o freio também são responsáveis por grande parte do prazer sentido pelo homem. Aproveite para explorar essas regiões também. Nesse caso, um bom sexo oral pode ajudar!
Agora que você já tem os mapas em mãos, prepare-se para percorrer todo o trajeto. E lembre-se: em um lugar especial, a caminhada pode ser muito mais interessante.
Dica da deusa: para melhorar o estímulo vale a pena apostar nos masturbadores como por exemplo egg Tenga.

Mente

Essa é, sem dúvida, a parte mais erógena do homem. As partes do corpo são terminais conectados ao cérebro (algumas, como os genitais, estão conectadas diretamente, já outras, como os pés, nem tanto) e, quando estimuladas com imaginação e pensamentos, reagem imediatamente.
O grande integrador das emoções vividas, das fantasias e dos estímulos é o cérebro, que talvez seja o maior de todos os órgãos sexuais.
É ele, em última instância, que consegue aumentar ou diminuir o prazer causado por um estímulo e definir as suas zonas erógenas.
Por isso, além das áreas genitais, cada pessoa tem outras partes do corpo que podem funcionar como verdadeiros “geradores” de excitação sexual.
Todo mundo sabe que não é necessário muito para excitar um homem.
Porém, isso não significa que você não precise estimular algumas zonas erógenas para aumentar o desejo e deixar a hora H ainda mais quente.
Não vale a pena se tornar refém de um “mapa” com pontos predeterminados, o que limita sua capacidade de explorar o próprio corpo e, claro, o corpo de quem estiver ao seu lado na cama.
A definição dessa “geografia do prazer” e a descoberta de eventuais “mudanças de relevo” com o passar do tempo deve ser feita pelo casal numa instigante tarefa a quatro mãos.
E muito mais o que a imaginação de vocês permitir.
Dica da deusa: Abrace o seu  relacionamentocom tudo que envolve, redescubra sempre o seu par, elogie, valorize por tudo que ele sem mitificação. O sexo começa na nossa mente, começa na maneira como enxergamos o outro.
Siga Deusas na redes
Deusas do seculo21

Comentários

comentários